segunda-feira, 30 de maio de 2011

Acupuntura e Síndrome do Ovário Policístico

                                

   A Síndrome do Ovário Policístico (SOP) é caracterizada por anovulação crônica hiper-androgênica. É a endocrinopatia mais comum entre mulheres e a causa mais freqüente de infertilidade de origem ovariana. Acomete cerca de 5% a 10% das mulheres em idade reprodutiva, e sua fisiopatologia ainda é incerta, porém sabe-se que o hiperandrogenismo e a resistência periférica à insulina desempenham papéis importantes na doença.

   A SOP é uma causa de infertilidade e amenorréia e caracteriza-se pelo espessamento da cápsula ovárica e desenvolvimento de múltiplos cistos foliculares. É habitualmente bilateral. Cursa com níveis elevados de testosterona, estradiol e LH e níveis baixos de FSH.

   Os ovários se encontram recobertos por pequenos cistos, os ciclos menstruais são longos ou irregulares, há anovulação crônica e a mulher apresenta além de acne, excesso de pêlos, alopecia e síndrome metabólica.

  
A Síndrome do Ovário Policístico segundo a Medicina Tradicional Chinesa

                                    
   A doença do ovário policístico é uma formação de massa abdominal, atribuída a uma deficiência de Yang do Rim e a Mucos e/ou Umidade. Quando o Yang do Rim está deficiente por um longo tempo, pode falhar em transformar, evaporar e transportar fluidos no Aquecedor Inferior (abdome) que pode se acumular para formar Umidade/ Mucos, fazendo com que os cistos se formem, enquanto que a deficiência do Yang do Rim causa amenorréia (ausência de menstruação) e infertilidade. 

   A etiologia de cistos de ovário são freqüentemente atribuídas à invasão por fatores patogênicos externos durante o período menstrual ou logo após o parto, em ambas quando o sistema genital está num estado vulnerável ou propenso à invasão. 

Causas: Em geral a Síndrome do Ovário Policístico (SOP) está combinada com estresse emocional levando a estagnação de Qi e do Xue (Sangue), e com dieta irregular (excessivo consumo de alimentos gordurosos e açucarados) levando a deficiência de Qi do Baço e à formação de Mucos. 

Tratamento: O padrão de Muco obstruindo ovários é o mais difícil de ser tratado e mais ainda quando causado por SOP, uma anormalidade da função gonadal, associada a anovulação, aumento de hormônio luteinizante (LH), cistos ovarianos e produção aumentada de andrógenos (hormônios masculinos). Clinicamente a paciente tende a ser obesa (embora não necessariamente) e a sofrer de hirsutismo e amenorréia. 

   O padrão de deficiência do Sangue é o mais fácil de ser tratado, a não ser que seja resultado de uso prolongado de pílula anticoncepcional. Mulheres com carência de Sangue necessitam de nutrição adequada e ingerir alimentos que nutrem o sangue, como carne, ovos, espinafre, cenoura, etc. Aquelas que sofrem de deficiência do Rim deveriam evitar excesso de trabalho e guardar repouso adequado. As que sofrem de estagnação de Xue (Sangue) devem fazer exercícios leves e regulares para mover o Qi e o Xue (Sangue). As que sofrem de Mucosidade devem evitar ingerir leite e derivados e alimentos gordurosos que aumentam Umidade e Muco. 

   Além disso deve-se sempre tonificar o Yang do Rim e resolver a Umidade – Mucos simultaneamente.

   O tratamento com Acupuntura visa restabelecer a regularidade do ciclo mestrual, estimular a ovulação e melhorar o aspecto da pele e da acne.

Um comentário:

  1. Gostaria de saber as fontes utilizadas para fazer este texto. Grata.

    ResponderExcluir